NOTÍCIAS


Sobe para 5,6 mil o número de pessoas desabrigadas pelas chuvas no Planalto Norte

Chuvas continuam a castigar a região e centenas de famílias foram obrigadas a deixar suas residências

Subiu para 5,6 mil o número de pessoas desabrigadas ou desalojadas no Planalto Norte de Santa Catarina, na tarde desta sexta-feira (13). A região é uma das mais afetadas pelas chuvas que atingem o Estado há uma semana.

Cidades como Três Barras, Mafra, Porto União, Rio Negrinho, Irineópolis e Canoinhas têm centenas de famílias em abrigos municipais ou na casa de parentes. Confira, município a município, o número de pessoas atingidas.

Três Barras tem maior número de pessoas atingidas pelas chuvas Nesta sexta-feira, a cidade de Três Barras é a que tem o maior número de pessoas fora de suas casas. Ao todo, são 3.852 pessoas, sendo 2.279 desalojadas e 1.083 desabrigadas. O número mais que dobrou ao longo do dia.

As inundações atingiram principalmente o distrito de São Cristóvão, nos bairros Zilda Pacheco/Argentina, parte do João Paulo II e também o Jardim Rio Negro

Mafra Em Mafra, quase mil pessoas já precisaram deixar suas casas. Os números atualizados são de mais de 700 desabrigados e 253 desalojados, que foram encaminhados para abrigos municipais.

Entre esta quinta e sexta-feira choveu pouco na cidade, mas o rio ainda apresenta um volume alto, com 10,7 metros, o que preocupa. O tempo neste fim de semana deve ficar estável, mas há previsão para nova enxurrada a partir de terça-feira (17), afirma a Defesa Civil da cidade.

Porto União No município de Porto União, divisa com o Estado do Paraná, a situação é um pouco mais tranquila. Ao todo, são cerca de 268 pessoas fora de suas casas, sendo 138 delas alojadas em abrigos municipais.

Um deles, com 30 famílias, fica na escola cívico-militar João Fernando Sobral, sendo que nesta quinta-feira a chuva torrencial causou uma enxurrada vinda de um morro próximo.

Durante a quinta-feira (12), a Prefeitura de Porto União decretou emergência por conta da enchente que atinge o Vale do Iguaçu. Nesta sexta-feira (13) o rio que passa pela cidade estava em 7,35 m e o nível continua subindo.

Rio Negrinho Em Rio Negrinho, o número de pessoas que precisaram deixar suas casas já passa de 230. No município, o nível do rio Negrinho preocupa. Na manhã desta sexta-feira, as águas estavam em 5,30 metros, indicando uma situação de Emergência. Neste nível de alerta, é possível que ocorram inundações em diversos pontos em áreas de risco.

Irineópolis Em Irineópolis, cerca de 200 pessoas deixaram suas casas por conta das fortes chuvas que atingiram o município nos últimos dias.

O rio que passa pela cidade estava em 7m na manhã desta sexta-feira (13), mas há previsão para que chegue em 8m. Ao menos 10 ruas estão alagadas e há risco de deslizamentos.

Canoinhas Em Canoinhas, aproximadamente 113 famílias deixaram as residências até esta sexta-feira. Ao menos 100 pessoas foram levadas para abrigos municipais.

Nas últimas 24 horas, choveu mais de 100 milímetros no município, o que fez com que o rio Canoinhas chegasse a 8,41 metros. A prefeitura pede que os moradores que podem ter a casa atingida pelas cheias entrem em contato o mais rápido possível com a Defesa Civil pelo WhatsApp 3621-6175.

Por NDmais




13/10/2023 – Super FM

COMPARTILHE

SEGUE A @SUPERFM89.1

(47) 3653-1883

comercial@superfm89.com.br
Papanduva – SC

NO AR:
COMANDO DA MANHÃ