NOTÍCIAS


Polícia Paraguaia captura acusados de crime em Papanduva

Após diligências investigativas das Polícias Civis de Papanduva e Imbituba sobre os destinos da fuga dos três autores dos bárbaros crimes ocorridos em Papanduva no último dia 16 de dezembro, os suspeitos foram capturados pela Polícia Nacional do Paraguai na noite do dia 20, quarta-feira, na cidade de Salto del Guairá no país vizinho.

Os foragidos teriam ingressado no país de carro por Ciudad del Este na fronteira com Foz do Iguaçu/PR e deslocado à Salto del Guairá por território paraguaio. A transposição da fronteira foi considerada “imigração ilegal” para as autoridade paraguaias, por isso, após capturados e várias horas de tramite legal, foram entregues a Polícia Militar de Mundo Novo, cidade brasileira de Mato Grosso do Sul.

Antes de se dirigir ao país estrangeiro, os trio criminoso, logo após o crime, empreendeu fuga para a cidade de Imbituba no litoral catarinense, onde se hospedaram em um hotel, no qual chegaram ainda com as roupas que usavam na ocasião do crime, as quais estavam todas sujas. Na cidade, negociaram a caminhonete Toyota/Hilux, que era propriedade de um deles, adquirindo em troca um GM/Cruze, com o qual se dirigiram ao oeste do Estado do Paraná (Foz do Iguaçu) para migrar irregularmente ao Paraguai.

A caminhonete Hilux foi localizada pela Polícia Civil de Imbituba já exposta à venda em uma concessionária da cidade litorânea. O veículo havia sido lavado, mas ainda assim foram encontrados vestígios de sangue humano das vítimas, que foram periciados pela Polícia Científica.

Tranferência dos Presos

A Polícia Militar de Mundo Novo, após receber os presos da Polícia Nacional paraguaia, encaminhou os indivíduos à unidade da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que por sua vez transferiu a custódia para a Polícia Penal daquele Estado. No entanto, nos próximos dias, os suspeitos deverão ser transferidos ao Presídio Regional de Mafra, responsável por custodiar presos provisórios de Papanduva.

Operação em Papanduva

No dia 19/12, terça-feira (antes da prisão no Paraguai), a Polícia Civil de Papanduva, com apoio das Delegacias de Mafra, Canoinhas e São Bento do Sul, realizaram operação consistente no cumprimento de buscas e apreensões nos endereços de interesse da investigação, quais sejam, locais onde poderiam ser encontradas provas dos crimes e os próprios criminosos. Foram cumpridas três ordens judiciais de busca e apreensão em imóveis localizados em áreas rurais de Papanduva, sendo esclarecido que o trio esteve na casa de uma irmã de um deles, situada na localidade de Pratinha, interior do município.




22/12/2023 – Super FM

COMPARTILHE

SEGUE A @SUPERFM89.1

(47) 3653-1883

comercial@superfm89.com.br
Papanduva – SC

NO AR:
SABADAÇO