NOTÍCIAS


Moraes determina prisão de Roberto Jefferson por tempo indeterminado

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), converteu de flagrante para preventiva a prisão do ex-deputado federal Roberto Jefferson nesta quinta-feira, 27, por quatro tentativas de homicídios qualificados por motivo torpe. Com isso, o magistrado determina que o presidente de honra do PTB ficará preso por tempo indeterminado. No despacho, Moraes cita o ataque de Jefferson a policiais federais que tentavam cumprir mandato de prisão contra ele. “Efetivamente, os elementos de prova colhidos por ocasião da prisão em flagrante revelam gravíssimo cenário de violência praticado por Roberto Jefferson Monteiro Francisco que, ao desobedecer ordem judicial, iniciou um verdadeiro confronto de guerra contra a Polícia Federal, ferindo efetivamente dois policiais federais”, escreveu. Além do ataques aos agentes da PF, o cenário se mostrou ainda mais grave com a apreensão de sete mil cartuchos de munição. “A mera posse, ainda que em sua residência, de um verdadeiro arsenal militar, covardemente utilizado contra uma equipe da Polícia Federal, se revela ainda mais grave pois, em decisão de 23/8/2021, nos autos desta Pet 9.844/DF, foi determinada a suspensão de todos os portes de arma em nome do preso, com notificação da Polícia Federal e do Exército Brasileiro”, diz outro trecho. Alexandre de Moraes avaliou os fatos como gravíssimos e ponderou que Jefferson montou um arsenal bélico que implica risco à ordem pública em caso de soltura do ex-parlamentar. Para o ministro, demais medidas cautelares já se demonstraram desproporcionais e inadequadas para Jefferson. “A prisão preventiva se trata, portanto, da única medida razoável, adequada e proporcional para garantia da ordem pública com a cessação da prática criminosa reiterada”, determina.




27/10/2022 – Super FM

COMPARTILHE

SEGUE A @SUPERFM89.1

(47) 3653-1883

comercial@superfm89.com.br
Papanduva – SC

NO AR:
FURDUNÇO