NOTÍCIAS


Investigação da Polícia Civil leva a condenação de homem por estupro de enteada em Papanduva

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Papanduva condenou um homem à pena de 43 anos e quatro meses de reclusão, em regime inicial fechado além de reparação à vítima em valor não inferior a R$ 100 mil, pelo crime de estupro de vulnerável.

Em novembro de 2022, a adolescente procurou profissionais da escola onde estuda para denunciar o padrasto por abusos sexuais. A Polícia Civil de Papanduva, ao tomar conhecimento do caso, iniciou investigação, reuniu provas e representou pela prisão preventiva do investigado, que foi cumprida naquele mesmo mês.

O delegado Lucas Neuhauser Magalhães reforçou o compromisso da Polícia Civil no combate à exploração sexual infanto-juvenil e ressaltou a importância de campanhas de conscientização para que crianças e adolescentes conheçam seus direitos e os órgãos que podem procurar em casos desta natureza: “Trata-se de importante condenação em nossa comarca, resultado de um trabalho integrado entre diversos órgãos públicos como a rede municipal de ensino, o Conselho Tutelar, Polícia Civil, Ministério Público e Judiciário. Um pedaço da infância desta jovem foi violentamente arrancado mas de certa forma ficamos satisfeitos em conseguir esta rápida e dura resposta contra este crime horrível”.

A Polícia Civil de Santa Catarina dispõe de diversos meios para a realização de denúncias. Além do atendimento presencial em todas as delegacias de polícia do Estado, denúncias podem ser feitas pelo Whatsapp (48) 98844-0011, pelo disque-denúncia 181 e pelo site da Delegacia Virtual https://delegaciavirtual.sc.gov.br/

Fonte: JMais/Agência Brasil




17/02/2023 – Super FM

COMPARTILHE

SEGUE A @SUPERFM89.1

(47) 3653-1883

comercial@superfm89.com.br
Papanduva – SC

NO AR:
CAFÉ COM NOTICIA